Parcelamento IRPF 2020

Parcelamento IRPF 2020 – O Parcelamento do Imposto de Renda é uma alternativa oferecida pela Receita Federal para contribuintes que tenham dificuldade de quitar sua dívida com o Fisco. O parcelamento do débito pode ser solicitado diretamente no portal do Ministério da Economia, e caso o contribuinte tenha dificuldade de quitar as parcelas, é possível solicitar até mesmo o reparcelamento da dívida.

Como essa taxa costuma ter um valor elevado, o Governo permite, na maioria dos casos, o parcelamento da tarifa, algo bastante importante e sobre o qual iremos falar hoje!

Parcelamento IRPF 2020

Parcelamento IRPF 2020

Como Funciona o Parcelamento IRPF 2020?

Todo contribuinte do Imposto de Renda 2020 que tenha um tributo acima de R$ 100,00 possui o direito ao pagamento parcelado do imposto, o que pode se apresentar como uma excelente opção para quem está endividado.

Esse parcelamento recebe a aplicação de uma quota de 1% e da Selic (Taxa Básica de Juros da Economia). A principal característica desta última é o reajuste mensal pelo qual a mesma passa, o que faz com que as parcelas do tributo não tenham um preço fixo.

Suponhamos, por exemplo, que o contribuinte queira dividir o seu tributo em oito vezes e que ele comece a pagar o mesmo em abril – o mês em que ocorrem os primeiros vencimentos da tarifa. Os juros incidentes sobre as prestações, nessa situação, serão:

1ª parcela (abril)Valor auferido
2ª parcela (maio)Valor auferido + 1%
3ª parcela (junho)Valor auferido + 1% + Selic de maio
4ª parcela (julho)Valor auferido + 1% + Selic de maio e junho
5ª parcela (agosto)Valor auferido + 1% + Selic de maio a julho
6ª parcela (setembro)Valor auferido + 1% + Selic de maio a agosto
7ª parcela (outubro)Valor auferido + 1% + Selic de maio a setembro
8ª parcela (novembro)Valor auferido + 1% + Selic de maio a outubro

Posso Adiantar o Pagamento do IRPF Parcelado?

Algo que muitas pessoas não sabem é que Receita Federal admite adiantar, de modo parcial ou total, o pagamento das prestações restantes do IRPF. A vantagem disso é que, nesses casos, o individuo não tem de arcar com a Selic, apenas com a quota de 1% sobre cada parcela.

Adiantar o pagamento do Imposto de Renda 2019

Adiantar o pagamento do Imposto de Renda 2020

Leia mais: como emitir o extrato do INSS para imposto de renda 2020


Diferenças entre o Pagamento À Vista e Parcelado

Como pôde ser visto anteriormente, o parcelamento do IRPF 2020 não é determinado de modo convencional. Portanto, antes de optar por essa alternativa, é importantíssimo que o contribuinte considere o que mais lhe convém.

✔ Saiba como emitir o extrato do IRPF 2020 após a declaração de ajuste anual do tributo.

Para facilitar essa análise, separamos as principais diferenças entre a quitação à vista e a parcelada do imposto de Renda 2020. Veja-as abaixo:

  • No pagamento em prestações há a incidência da Selic e da taxa de 1%, ao passo que isso não ocorre no pagamento à vista;
  • Ao pagar o tributo em somente uma parcela, o indivíduo não precisará mais se preocupar, ao decorrer do ano, com pagamentos referentes ao IRPF, enquanto no parcelado sim.
Pagamento Imposto de Renda 2019

Pagamento Imposto de Renda 2020

✔ Em caso de dúvidas acesso o portal do Dataprev INSS 2020 para emissão do comprovante previdenciário.


Como Pagar o IRPF Parcelado?

Caso queira saldar o IRPF de maneira parcelada, o contribuinte deve apontar isso ainda na declaração de renda.

Depois, para emitir o boleto das prestações, basta que a pessoa acesse o portal da Receita Federal e siga as etapas que serão recomendadas pela plataforma.

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...

Leave a Reply